Essa é a verdade sobre a Momo, foi daqui que ela surgiu

Um dos assuntos mais comentados e discutidos nos últimos dias  tem como protagonista uma imagem de uma boneca assustadora, com olhos salientes, seios humanos e pernas de pássaro.

Mas, o que é na realidade essa criatura e qual o verdadeiro perigo que ela oferece?



Boneca Momo

 

Seu primeiro aparecimento viral foi em 2018. Foi divulgado na internet um número de whatsapp com DDD do Japão, que se apresentava como Momo.

As pessoas entravam em contato com esse número e surpreendentemente, quem ou o quê estava do outro lado, sabia algumas informações pessoais sobre quem o contatava.

Ao viralizar esse número com esses detalhes tão interessantes, sobre um número no Japão que respondia em vários idiomas e sabia informações pessoais sobre você, estava então lançado o desafio da momo.

O desafio da Momo

 

Segundo relatos, pessoas que por curiosidade contatavam a Momo, geralmente adolescentes, eram surpreendidos por uma brincadeira nada saudável.

Eram desafiadas e estimuladas a participarem de desafios como se automutilar ou ferir outras pessoas. Quando se negavam, recebiam imagens assustadoras, e diversas ameaças.






Como Momo sabia suas informações pessoais?



Em 2018, especialistas desmistificaram tal personagem, afirmando que se tratava de um bot, um robô virtual que respondia automaticamente cruzando informações, através do número de telefone.

Ou seja, quem programou o bot (robô virtual), conseguia através do número de celular, obter algumas informações pessoais como país de origem, endereço e perfis de redes sociais.






O detalhe, é que não há comprovação de que as ameaças ou desafios tenham realmente partido do número original.

Há diversos vídeos no youtube de pessoas fazendo contato, mas com números diferentes. Então, é certo afirmar que não há nada de sobrenatural até aqui.



A Origem da Momo


A imagem assustadora que ilustra o perfil da Momo, é uma escultura japonesa criada por Keisuke Aisawa.

Ele criou a escultura baseada em uma lenda urbana no Japão conhecida como Ubume, para fins profissionais em uma exposição de arte.

A lenda se refere a uma mulher que morre durante o parto e volta para atormentar crianças.

Tudo muito simples, um artista e seu talento, uma escultura assustadora e seu mau uso por outras pessoas.





Vítimas da boneca Momo

 

Não há até o momento, em nenhuma parte do mundo, confirmação de vítimas fatais da Momo.

Apesar de todo o alarmismo, até o momento, tudo que há são boatos sobre vítimas reais.

Como todo boato virtual que viraliza na internet, os relatos sem comprovação só aumentam. Seja por superstição, por medo ou mesmo por pura histeria popular.



Momo em vídeos do youtube Kids


Os diversos relatos sobre o aparecimento de vídeos no youtube kids em que a boneca aparece ensinando crianças a cometer atos de violência contra sí ou contra os outros tem tornado o assunto ainda mais popular.

Aprenda a bloquear sites pornográficos em 3 passos

Os pais e seus filhos dizem que viram o conteúdo no youtube kids, em meio a vídeos infantís. Por outro lado, o youtube nega a existência de tal conteúdo.




 
Para entender melhor, se você procurar no youtube algo sobre a Momo, aparecerá diversas imagens, relatos, reportagens e citações.

Ou seja, a criança que estiver assistindo o youtube, conseguirá visualizar a imagem assustadora e poderá lhe causar medo, é natural.

Por outro lado, aqui no TechRubio, fizemos o teste procurando os termos "Momo" e "boneca momo" no youtube kids e não retornou nenhum resultado.

Perante todas as afirmações, não há nenhum link sequer até o momento que comprove que tal conteúdo exista no youtube kids.






Perigo da Momo para crianças


Existe algum risco real para meu filho? Depende...
(Nesse momento, falando como pai)

Um personagem como a boneca Momo não é mais perigoso para uma criança do que um agressor psicopata interpretado por qualquer ator bonito em uma novela de sucesso.

Não é mais perigoso do que um episódio do pica-pau ou do Tom e Jerry se agredindo com armas e bombas.

Nem é mais perigoso do que uma criança sem nenhum amparo dos pais.

Tudo depende da forma como os próprios pais abordam os temas e estão presentes no dia a dia dos filhos.





Se seu filho é uma criança, e tem acesso irrestrito a internet, sim, tenha medo!

Se tem um computador, tablet ou celular e você não o observa e não o auxilia, sim, tenha medo!

Se seu filho passa o dia no quarto, na internet, não conversa e não participa de nada em família, sim, tenha medo!

Se você não desgruda do celular, nem quando está brincando com seu filho, sim, tenha medo!

Do contrário, fique tranquilo. Provavelmente você cresceu assistindo o Chaves e nem por isso saiu por aí dando tapas no rosto dos vizinhos como fazia a Dona Florinda com seu Madruga.

Gostou da Postagem? Tem alguma dúvida ou deseja fazer alguma correção? Deixe seu comentário.
Informática Canoas/RS




Nenhum comentário:

Postar um comentário