Vírus de Computador

Por: Marcos Rubio 
Tutorial para Windows 7


Os vírus são softwares desenvolvidos por programadores, capazes de executar diversas funções, como roubar senhas, roubar e excluir dados, infectar e destruir  arquivos do sistema, etc...


Assim como vírus biológico, podem infectar e se propagar através de arquivos na rede ou através de pendrives e qualquer mídia removível.



Geralmente, usuários comuns não se preocupam muito com vírus e não os levam muito a sério, por acreditarem que caso ocorra uma infecção em sua máquina, pouco será perdido, como contas de email e mídias sociais.

O risco maior está em empresas que tem sistemas e banco de dados de seus clientes, usuários que fazem compra online e inserem dados pessoais ou em um simples formulário cadastrando todos seus dados como email, rg, cpf, telefone, endereço, etc...

Existem diversos tipos de vírus, e diferentes características na forma de agir, mas antes, vamos a um detalhe importante:

*Na verdade, popularmente chamamos toda praga virtual de vírus, quando na realidade deveríamos chamá-los de Malware (malicious software, software malicioso). Ou seja, o vírus é um software malicioso, então o vírus é um malware, assim como worms, cavalos de tróia, rootkits,spywares, adwares também são malwares.

Então já esclarecido, vamos aos tipos mais comuns de malwares:

Arquivo: Anexa-se ou sobrescreve-se em arquivos legítimos, através da execução do programa a qual ele se associou é que ele pode iniciar seu trabalho. Geralmente sua extensão é .exe e .com.

Backdoor: Pode infectar através da rede, abre uma porta que possibilita a conexão remota, dando o controle total ou parcial a quem o manipula. Ou seja, é como se a pessoa que tem controle sobre o vírus esteja sentado em frente ao seu pc, com acesso total à sua máquina.

Boot: Infecta a inicialização do sistema, pode corromper e destruir arquivos essenciais para o funcionamento da máquina, capazes de impedir que o computador seja ligado.

Cavalo de Tróia: Entra na máquina e tem o poder de deixar a porta aberta para infectar com qualquer outra praga, pois tem acesso total ao computador.

Worm (verme): Não necessita ser executado pelo usuário, infecta através de falhas de segurança na rede e propaga-se rapidamente sem a necessidade de se anexar a arquivos, ou seja, ele cria cópias de sí mesmo para infectar.

RootKits: É m dos malwares mais bem elaborados e eficientes para a invasão de um sistema. Ele consegue agir silenciosamente controlando a máquina, dificilmente é encontrado pelo antivirus, e as vezes quando é encontrado consegue impedir que seja deletado.

Spyware (Espião): Era usado para marketing, como podia ser monitorado o que as pessoas buscavam na internet, tornava-se mais fácil levar a propaganda até seu público alvo, mas com a facilidade de obter informação e com programadores trabalhando para aprimorá-lo, tornou uma ferramenta essencial para roubo de dados como login e senhas. Sua contaminação geralmente vem embutida em softwares desconhecidos ou de procedência duvidosa. geralmente são eles que mudam a página inicial do seu navegador sem que você permita. (Você sabe do que estou falando né?) Provavelmente sim.

Adware: Esse, na verdade, não prejudica seu computador, ele não tem intenção de destruir sua máquina nem de esvaziar sua conta bancária. É usado para divulgação de produtos ou empresas, colocando ícones na sua área de trabalho atrapalhando sua vida e perturbando sua paz, então é considerado malware,uma vez que instala-se sem seu consentimento.

Keylogger: Pequenos aplicativos que vem embutidos em vírus, softwares desconhecidos ou spywares. Sua função é capturar e gravar toda a sequência de tecla digitada. Conseguem capturar senhas de banco por exemplo, e mandam para o email de quem o controla.


Há uma extensa lista que poderia ser colocada aqui, Screenlogger,Exploits, Sniffers,Port Scanners e assim por diante.

Esses malwares são criados com diversas linguagens de programação, como Visual Basic, Java, C, Pascal entre outras. Existem diversos softwares desenvolvidos para infectar e invadir computadores, como Spyone, Pro Rat, Turkojan entre outros.

São milhares de malwares criados diariamente e disseminados pela web, por isso é importante manter seu antivirus sempre, repito SEMPRE atualizado. O mais correto é que esteja para atualizar de forma automática.

Se você não abre emails desconhecidos com formatos estranhos e conteúdo duvidoso, se você não clica em banners piscantes de sites suspeitos dizendo que você é o usuário número 1000 e que ganhou um iPhone 5s 0Km, se você não baixa nem executa qualquer arquivo que promete trocar a cor do seu facebook, se você mantém seu programa antivirus atualizado junto com todo o seu sistema, parabéns, provavelmente você não está infectado.

Dicas de Segurança para se proteger de ataques clicando aqui.

Como limpar vírus do computador clicando aqui.

Gostou da Postagem? Tem alguma dúvida ou deseja fazer alguma correção? Deixe seu comentário.
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário